16 de julho de 2024
Notícias

Prefeitura oferece tratamento gratuito em unidades de saúde para quem quer parar de fumar; Saiba como buscar ajuda

Pessoas que querem parar de fumar contam com tratamento gratuito oferecido na Rede Municipal de Saúde de Campo Grande. Atualmente o serviço é oferecido em 25 unidades de saúde da família (USFs) espalhadas pelas sete regiões urbanas da Capital, além de três locais da atenção especializada. Neste 31 de maio, Dia Mundial Sem Tabaco, explicamos como buscar ajuda.

O acompanhamento dos pacientes que desejam largar o vício do tabaco pelas unidades da Atenção Primária é de extrema importância para o controle do tabagismo e para a promoção da saúde da população.

“O tabagismo é uma das principais causas de doenças e mortes evitáveis em todo o mundo, estando associado a diversas doenças crônicas, como câncer, doenças respiratórias e cardiovasculares”, destaca a gerente técnica do Programa de Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Mirelle Cabreira.

A Atenção Primária à Saúde (APS) desempenha um papel fundamental no enfrentamento do tabagismo, pois é o nível mais próximo da população e é responsável pela abordagem integral e longitudinal dos pacientes. Aproximadamente 90% dos fumantes desejam parar de fumar, mas enfrentam dificuldades devido à dependência física e psicológica da nicotina.

Nesse contexto, as unidades da APS têm um papel estratégico no apoio aos pacientes que desejam abandonar o tabagismo. Algumas das principais ações e intervenções realizadas pelas equipes de saúde nessas unidades são: Aconselhamento e orientação, tratamento medicamentosos, grupos de apoio, acompanhamento regular e abordagem multidisciplinar.

O paciente passa por uma avaliação (teste de Fargestron) para considerar se ele é um fumante leve, moderado ou pesado, dentre outras dimensões e definições relacionadas.

“Após a avaliação, o tratamento é realizado por profissionais de saúde de nível superior, passando depois por consultas individuais ou sessões de grupo de apoio, nas quais o paciente fumante entende o papel do cigarro na sua vida, recebe orientações de como deixar de fumar, como resistir à vontade de fumar e, principalmente, como viver sem cigarro”, explica a gerente técnica.

Durante as quatro primeiras reuniões de grupo (ou consultas individuais) são fornecidos manuais de apoio com informações sobre cada uma das sessões estruturadas. Também são fornecidos medicamentos gratuitos com o objetivo de reduzir os sintomas da síndrome de abstinência à nicotina, mas não são necessariamente o fator principal para o abandono do vício.

LISTA DE UNIDADES DA ATENÇÃO PRIMÁRIA COM PROGRAMA DO TABAGISMO:

1) CF IRACY COELHO

2) CF NOVA LIMA

3) CF PORTAL CAIOBÁ

4) USF ALBINO COIMBRA (SANTA CARMÉLIA)

5) USF ANA MARIA DO COUTO

6) USF COOOHAVILA

7) USF CAIÇARA

8) USF DOM ANTONIO

9) USF ESTRELA DALVA

10) USF ITAMARACÁ

11) USF JD BATISTÃO

12) USF JD MARABÁ

13) USF JD NOROESTE

14) USF JD PRESIDENTE

15) USF MORENINHA III

16) USF OLIVEIRA II

17) USF PIONEIRA

18) USF SANTA EMÍLIA

19) USF SERRADINHO

20) USF TARUMÃ

21) USF TIRADENTES

22) USF TRÊS BARRAS

23) USF UNIVERSITARIO

24) USF VILA CORUMBÁ

25) USF VILA FERNANDA

LISTA DE UNIDADES DA ATENÇÃO ESPECIALIZADA COM PROGRAMA DO TABAGISMO:

1) CEM

2) HU (Atende somente os pacientes encaminhados pelo ambulatório de pneumologia do Hospital Universitário)

3) CAPS AD GUANANDI (Atende somente os pacientes internos)

Fonte: CG Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *